Google decreta o fim da Autoria nas buscas

Google decreta o fim da Autoria nas buscas

Após 3 anos, o Google decretou o fim da autoria nas buscas. A informação foi dada por John Muller, analista da empresa, em seu perfil do Google+. Preparamos este artigo para mostrar o que isto irá afetar na sua estratégia de SEO.

De acordo com o próprio John Muller, o Google irá apenas ignorar a tag rel=author e deixar de mostrar fotos e autores nas buscas. Não será necessário remover o código do seu site caso tenha sido implementado.

A mudança já está no ar

Confira como era a busca antes das mudanças:

google-autoria-1

Hoje, a busca após as alterações, já sem a minha foto e nome:

google-autoria-2A mudança não foi novidade. Em dezembro, o Google já havia reduzido a quantidade de impressões nos snippets. Isto serviu como um longo teste de 8 meses para medir o impacto da autoria nas buscas. Além disso, o Google quer unificar a busca de desktops e mobile para trazer a mesma experiência. Obviamente que a foto do autor não funciona bem com o espaço reduzido da tela e deixa o site mais lento, principalmente em locais como o Brasil em que a conexão é precária.

Só o fato da conexão faz sentido. O Google já divulgou um estudo que, aumentar 0,5 segundos o carregamento do site, perdeu 20% da receita em publicidade.

Entenda as mudanças

A implementação do rel=author tornou-se complexa, por causa da má usabilidade do Google Plus e, principalmente por exigir um conhecimento por trás da empresa ou agência. O Google verificou, por exemplo, uma quantidade enorme de sites que implementaram o código errado ou que não adicionaram o site ao perfil do Google+. Além disso, dos 50 profissionais de marketing mais influentes do mundo, apenas 30% utilizam a marcação de autoria sem seus artigos.

Uma tentativa de tornar a autoria universal foi motivo de testes, porém impossível. Principalmente por causa da obritagoriedade do Google+ para fazer a verificação. Um exemplo clássico é tentar atribuir autoria a Truman Capote em seus artigos do New York Times, 28 anos após a sua marte. E, como atribuir o peso necessário ao mesmo, sendo que ele nunca teve presença online?

Com esta dificuldade, o Google decidiu eliminar alguns resultados de autor e viu que houve pouca diferença no comportamento de cliques nos resultados de busca.

Novidades no SEO

Os maiores impactos no SEO continuam sendo as atualizações do Google Pingeon. Nossas 3 dicas são:

1 – O seu site deve ser responsivo. O WordPress possui inúmeros temas que já fazem isso automaticamente;

2 – Tempo de carregamento. Quanto mais rápido foi o seu site, melhor.

3 – Cadastro no Google Meu Negócio. Saiba mais!

Comentários

comentários