Opções de gêneros sexuais chegam ao Facebook no Brasil

Opções de gêneros sexuais chegam ao Facebook no Brasil

Depois de estar em muitos lugares do mundo, a ferramenta que disponibiliza a escolha de diversos gêneros sexuais chega ao Facebook Brasil. Apesar do preconceito que ainda existe, a rede social deu mais um passo importante nessa questão atual. Contando com ajuda de pessoas que preservam os direitos do movimento LGBT, o Facebook desenvolveu 17 sugestões de gêneros, além disso as pessoas podem escolher com qual gênero elas querem ser identificadas. Existem também as opções de privacidade, pode ser selecionado se essa informação é pública, para amigos, grupos específicos ou oculta.

Outro opção é a escolha do pronome que elas querem ser identificadas, feminino, masculino ou neutro. “Nosso principal objetivo é dar às pessoas uma maneira de se expressarem de forma autêntica, assim, nossa intenção é que não seja algo estático, mas que acompanhe as mudanças e as necessidades da nossa comunidade”, afirma Bruno Magrani, líder de políticas públicas do Facebook Brasil. Isso é algo muito válido, pois a rede estava sofrendo criticas porque não era permitido nomes fantasias, fazendo com que muitos travestis abandonassem a plataforma.

Você já fez anúncios para o público LGBT?

A Iska Digital foi uma das pioneiras a entrar nessa questão, fazendo anúncios com segmentação para casais homossexuais. Para isso, nossa equipe realizou entrevistas para entender o comportamento do público e fugir das caricaturas que a mídia apresenta constantemente.

O resultado foi incrível, pois eles se identificaram com a nossa proposta. O anúncio era sobre topo de bolo para casamentos. Um dos entrevistados contou que os casais homossexuais estão entusiasmados com o futuro e as novas aberturas de lei para o casamento.

Por ser segmentado e ser um anúncio com objetivo de cliques no site, conseguimos driblar o preconceito, garantindo 100% de comentários engajados, sem nenhum tipo de preconceito ou ofensas.

Segmentação

As mudanças vão facilitar bastante a segmentação. Antes, tínhamos que marcar homens que se interessam por homens e vice-versa, reduzindo o leque de opções, afinal, muitas pessoas não se encaixavam nas opções de gênero disponíveis.

Resultados

  • 20.833 visualizações
  • 373 cliques para o site
  • 626 cliques no anúncio
  • R$ 0.09 por clique
  • R$ 0.15 por clique no site

Comentários

comentários